O que aconteceu com Stephanie Zimbalist?

Desde o início é meio óbvio ver por sua educação que Stephanie Zimbalist foi criada em um lar onde a notoriedade era apenas uma parte comum da paisagem. Seus avós eram músicos famosos e seu pai era ator. Sua tia era até escritora e historiadora, então parecia que seguir sua linhagem familiar em um dos vários papéis que lhe dariam alguma exposição ao público estava fadado a acontecer. Tendo frequentado a Juilliard após o colegial, ela finalmente começou sua carreira de atriz, entrando na indústria sem muita hesitação, pois decidiu ir a todo vapor quando se tratava de fazer seu nome e ter certeza de que as pessoas soubessem quem ela era.

Suas primeiras tentativas aconteceram na década de 70 e foram com estrelas como Ed Asner e vários outros conforme ela rapidamente alcançou a fama. Stephanie foi uma mulher muito talentosa durante grande parte de sua carreira e, ainda assim, durante os anos 70 e 80, a indústria estava constantemente sendo inundada com novas ideias para filmes e programas de TV e um bom número daqueles de quem ela participou receberam a devida atenção ou foram rejeitados junto com o passar dos anos. Os homens, que ainda são muito dominantes na era atual, eram ainda mais controladores nessas décadas, apesar do fato de que as mulheres estavam começando a usar sua voz de uma maneira muito mais forte e direta. Como muitas mulheres, Stephanie teve que se esforçar para chegar onde queria e evitar ser estigmatizada tanto quanto possível.

Em vez de apenas se limitar a filmes e TV, Stephanie diversificou sua carreira ao longo dos anos, assumindo papéis no palco e também lançando alguns audiolivros. Uma coisa que parece que ela percebeu em seus muitos anos é que, para se manter relevante de alguma forma, ela precisa continuar se empenhando em coisas diferentes que possam chamar a atenção de seus fãs e, possivelmente, atrair novos fãs para ela também. A vida de um ator precisa mudar e evoluir à medida que sua carreira avança, caso contrário, eles tendem a desaparecer enquanto permanecem presos ao passado, sem nenhuma maneira de preencher a lacuna entre o que fizeram e onde precisam estar. Stephanie sem dúvida viu isso como qualquer outra pessoa e decidiu agir de acordo. Sua presença na indústria permaneceu forte, pois ela continuou a atuar em mais de um local e foi proeminente o suficiente para ser chamada de moderado a muito bem-sucedida. A veracidade de sua carreira permanece intacta em grande parte porque ela é uma daquelas que não se tornou tão vaidosa em sua carreira a ponto de simplesmente ter que ser o centro das atenções o tempo todo. Em outras palavras, ela encontrou seu lugar no redemoinho que é o mundo da atuação em constante mudança e ela se sentiu confortável com a maneira pela qual teve que se adaptar.

Um programa que se destaca em particular ao longo de sua carreira é aquele que também ganhou muita atenção graças ao galã Pierce Brosnan , que estrelou com ela no show. Pode parecer sexista, mas a verdade do show é que uma detetive feminina era difícil para muitas pessoas acreditarem, facilitando assim a adição de um homem como Brosnan, já que ele de fato se tornou Remington Steele, um homem tão misterioso quanto ele. perigoso, e uma figura que muito mais pessoas poderiam abraçar porque, bem, os homens eram considerados melhores no jogo de espionagem do que as mulheres naquela época, e não se acreditava que uma mulher pudesse fazer metade das coisas que um homem poderia fazer. Se esse sentimento fosse compartilhado agora, no entanto, provavelmente seria eviscerado, junto com o palestrante, antes que os créditos iniciais terminassem de passar. O show sobreviveu com esse tipo de atitude por um tempo, entretanto, já que estávamos nos anos 80 e as mulheres ainda não haviam batido o pé coletivamente com tanta força quanto na década de 90.

No momento em que tal coisa aconteceu no entanto Remington Steele estava fora do ar e as mulheres assumiam um novo papel em filmes e filmes, mostrando que eram mais do que capazes de ser as chefes, as número um no comando, e conseguiam assumir a liderança dos homens sem problemas. Nos anos 90, Stephanie começou a atuar principalmente em filmes para a TV, mas o fato é que ela ainda estava por aí, e ela ainda está por aí hoje. Apesar de ser listada como ativa, ela não parece ter feito muita coisa desde 2015-2016, mas isso significa muito pouco, já que os atores tendem a reservar um tempo pessoal de vez em quando para ir para outros projetos ou simplesmente para relaxar. As chances parecem boas de que ela continue a aparecer ou pelo menos continue fazendo algo nos bastidores como ela escolher.