Crítica do episódio 18 da 6ª temporada de The Vampire Diaries: “Eu nunca poderia amar assim”

É seguro dizer que este é o começo do fim de Diários de um vampiro como nós sabemos. Não apenas porque é o último trecho de episódios da temporada, mas também porque as bases já estão sendo preparadas para a saída de Elena. Este episódio em particular parecia repetitivo e nada assombroso para um grande retorno de um hiato de um mês. Só espero que o resto da temporada pegue o ritmo antes do final!

As maiores reviravoltas da noite foram cortesia de Stefan e Caroline, ainda sem humanidade e torturando inocentes no campus. Embora possa ter sido uma boa ideia mostrar esse lado despreocupado de Caroline, a farsa está ficando cansativa agora. Estou mais do que pronto para ela voltar ao normal. É chocante ver o quão sem coração ela realmente poderia ser ao ameaçar matar Tyler e quase matar Matt. Agora Matt tem ainda mais motivação para odiar esses 'amigos' dele, e mal posso esperar para ver qual será seu próximo passo.

Enzo e Sarah ainda estão por aí por algum motivo. Claro, acho que foi legal fazer a conexão entre Lily Salvatore e Enzo, mas ele ainda é ridiculamente inútil agora. Parecia muito pouco, muito tarde para contar a história de como Enzo foi transformado. A menos que ele também herde os poderes de bruxa de Lily como resultado dela transformá-lo, Enzo e Sarah parecem não fazer nada além de perder tempo na tela.

Ok, este episódio não foi totalmente ruim. Uma reviravolta na história extremamente interessante foi revelada no final, introduzindo mais um termo sobrenatural para adicionar ao dicionário: hereges. Lily e sua família de vampiros desajustados também são bruxas. Isso tudo adiciona clareza ao motivo pelo qual o coven de Gêmeos os trancou em um mundo de prisão, enquanto também adiciona um poder ameaçador muito necessário ao show. Kai era um vilão muito bom para começar, mas suavizar seu caráter e então prendê-lo em outro mundo de prisão parecia uma trapaça. Esperamos que os Hereges causem problemas imprevisíveis, porque Lily não tem nada a provar em termos de ser uma mãe para Damon e Stefan. Ela realmente me irritou quando ela teve que ser alimentada com as falas de Damon que fariam Stefan mudar sua humanidade de volta.

Agora você já ouviu Nina Dobrev anunciar que deixará o show no final da temporada. Isso praticamente deixa o destino de Elena em aberto: ela morrerá? Se for assim, ela morrerá como um vampiro ou humano? Ou ela apenas pegará a cura (o caminho mais óbvio no momento) e deixará a cidade de boa vontade para levar uma vida normal? Como eu disse, todos os sinais apontam para ela tomando a cura. Tudo bem e tudo, mas estou desapontado se for assim que os escritores vão. As conversas de Elena com Jo, Matt e Damon indicam sua infelicidade por ser uma vampira de repente. Tudo o que resta agora é Damon fazer o sacrifício final pelo amor de sua vida e contar a ela sobre a cura. Ele vai deixá-la ir e quebrar o coração de milhões de fãs no processo.

Cotáveis notáveis:

- ”Imagine Kai com a sede de sangue de um vampiro. Agora imagine seis deles. ” -Jo explicando os hereges.

- ”Você sabe quantas vezes eu morri ou quase morri? A maioria dessas vezes estava nas mãos de pessoas que eu pensava serem minhas amigas. Não pessoas, vampiros. ” -Matt prenunciando uma mudança em sua vida.

- 'Eu só tive que me deixar ficar triste por um minuto.' -Elena para Damon após expressar sua tristeza por não ser capaz de viver uma vida humana, motivada pela gravidez de Jo.

O que você achou do episódio?

[Foto via The CW]