The Flash Season 1 Episode 10 Review: “Revenge of the Rogues”

Depois de mais de um hiato de um mês, uma das novas séries de sucesso da CW O Flash finalmente voltou com uma estréia de inverno forte, com Barry Allen enfrentando uma equipe vil deFuga da prisãoestrela Wentworth Miller e Dominic Purcell como os membros da Rogue, Capitão Cold e Heat Wave.

Algo queO Flashcontinua a correr com (sem trocadilhos) que permitiu que ele se tornasse tão bem sucedido tão rapidamente é o quão divertido cada episódio é. Mesmo que possa ter soado um pouco exagerado, ver Miller e Purcell indo ao máximo em seus papéis foi espetacular. O relacionamento de Heat com Cold se assemelha muito ao que eles têm nos quadrinhos, e o fato de que esses dois atores trabalharam intimamente um com o outro antes apenas impulsionou suas cenas.

Gostei do fato de que cada personagem foi colocado em uso neste episódio, o que pode ser complicado quando se trata de grandes elencos como este eFlecha.Eles moveram um monte de histórias para frente, de Eddie e Iris morando juntos a Barry voltando para casa com Joe e Caitlin entrando nesse F.I.R.E.S.T.O.R.M. mistério, que infelizmente a levou a ser sequestrada pelos renegados. Foi especialmente emocionante ver Eddie entrando mais na ação e até mesmo conseguindo salvar o Flash na batalha contra o Frio e o Calor. Quanto à cena de ação em si, a coisa toda foi uma das lutas mais marcantes que vimos do show até agora, com Barry tendo que se esquivar e correr de vigas de fogo e gelo por todo o lugar.

Um aspecto que foi uma parte fundamental de 'Revenge of the Rogues' foi Central City realmente aprender sobre o Flash, que descobrimos foi principalmente o plano de Cold desde o início. No começo foi confuso quanto Cold ganharia por ter o Flash lá fora, em público, mas conhecendo esse personagem tão bem quanto eu conheço dos quadrinhos, ele vê isso como uma forma de enfraquecer o Flash. Assim como nos quadrinhos, Heat é muito 'os músculos', o que não é necessariamente uma coisa ruim porque ele era muito divertido. A grande coisa sobre os Rogues é que por mais cafona que seus nomes ou fantasias de vilões possam ser, eles ainda permanecem reais, ameaças sérias a Barry e os outros; é que eles também podem nos fazer rir uma ou duas vezes.

Além de toda a ação dos Rogues no episódio, eu realmente gostei de ver as lutas anteriores de Barry, enquanto ele treinava para se tornar mais rápido e melhor para estar pronto para o Flash reverso (um nome que Harrison não gostou tão chocantemente). Harrison desempenhou um papel muito misterioso (não que isso seja exatamente algo novo), onde você não tinha certeza do que eles estavam fazendo com ele. A cena em que ele fala sobre Barry incentivando-o a ser melhor está me dando todos os tipos de vibrações de Flash reverso, e está essencialmente sugerindo mais e mais que Harrison é a encarnação de Hunter Zolomon.

Por último, mas não menos importante, apreciei que a situação de Iris e Barry teve uma conclusão bastante rápida, pois agora eles são amigos novamente. Mesmo que deva haver algum drama de triângulo em algum ponto, eu estava feliz em vê-los chegarem a esta posição para que pudéssemos parar de ter aqueles momentos estranhos.

No geral, 'Revenge of the Rogues' é facilmente um dos meus episódios favoritos da temporada, pois continuou a grande sequência da série de nos dar um show cheio de super-heróis com grandes super-vilões como Heat Wave e Captain Cold. Por falar neles, tivemos uma cena pós-crédito muito legal que, embora não mostrasse o rosto, apresentou Lisa Snart (que será interpretada por Peyton List no episódio 16), quando ela veio para salvar seu irmão Leonard, assim como Heat.

The Flash vai ao ar nas noites de terça-feira, 8 / 7c na CW.

[Foto via The CW]