A evolução de Madeline Zima de 'Mão que balança o berço' até agora

Madeline Zima começou como uma criança durona e seu primeiro longa foi Mão que balança o berço. Como Emma, ela era meio precoce, mas também muito inocente. Uma coisa que ela não pensava era falta de vontade, já que afinal ela conseguiu lutar contra Peyton quando decidiu ir atrás de sua família. Obviamente, quando menina, não havia muito que pudesse fazer, mas ela fez o seu melhor para evitar que Peyton matasse todo mundo. Nesse filme, ela meio que fez uma declaração sobre que tipo de atriz ela seria logo de cara. A maioria das pessoas teria facilmente dito que quando criança não havia como ela saber que tipo de atriz ela continuaria a ser se continuasse a ter uma carreira, mas até agora parece que a evolução pela qual ela passou entre os filmes e A TV mostrou que ela ainda é a garota talentosa que começou, mas agora com muita experiência atrás dela.

A Primeira Evolução

Emma era inocente neste filme, mas ao mesmo tempo ela aprendeu a endurecer ao longo do filme, já que foi contra Peyton perto do fim. Não se esperava muito dela, a não ser que fosse fofa e recebesse orientações, mas parece que esse filme gerou algo que a manteve firme e permitiu que se tornasse a atriz que é hoje. Obviamente, ela teve que provar a si mesma mais de uma vez ao longo de sua carreira, mas isso não tem sido muito difícil, já que ela está atuando há algum tempo. Na verdade, depois de Hand That Rocks the Cradle, ela também começou seu papel na TV, começando com aparições em Lei e ordem e The Nanny, onde se tornou uma personagem principal. Durante esta primeira evolução, houve um curto período de transição que viu Emma deixar de ser a jovem garota na tela que não podia fazer muito no sentido de se proteger para a jovem que era um pouco mais capaz, mas ainda precisava de muito ajuda.

A Segunda Evolução

O papel de Grace não foi tanto um deslizar para trás, mas um passo à frente sob o radar. Sua personagem era uma jovem inteligente que necessitava de terapia para uma condição perdida com o tempo, mas graças à presença da babá, Fran Drescher , ela acabou interrompendo a terapia e encontrou um sentido mais profundo de propósito em sua vida e se adaptou muito bem à babá, pensando nela como uma figura materna. O show foi realmente muito divertido e durou seis temporadas, tempo suficiente para Madeline dizer que foi muito influente em seu crescimento pessoal e benéfico para seu tempo como atriz. Ao longo desses seis anos, ela continuou a atuar em outros locais, mas também ganhou uma grande quantidade de experiência que lhe permitiu seguir em frente com sua carreira quando o show acabou. A partir deste ponto, ela passou a ser estrela convidada em uma série de programas e continuou a fazer filmes, embora muitos deles provavelmente não sejam lembrados tão bem. Felizmente, o ponto é que ela continuou a mudar e evoluir conforme sua carreira avançava e não apresentou nenhum retrocesso sério que é muito comum entre atores mirins. É estranho, mas aqueles que são cuidados pelos pais e mantidos sob vigilância para não se afastar muito tendem a ser os mais equilibrados quando atingem a idade adulta. Estranho como isso acontece, não é? Você quase pensaria que poderia se tornar uma tendência.

A Terceira Evolução

Sua inocência está quase perdida agora. Ela ainda pode ser uma garota legal nos filmes e na TV, pois é possível como ator, mas apenas este clipe de Californicação mostra que a menina que ela era se foi. Isso é um grande salto em relação a Nanny, mas é importante, pois mostra que os últimos vestígios da infância realmente se foram desta jovem talentosa, assim como qualquer um dos nervos que ela poderia ter experimentado em seus primeiros e transitórios anos . Não é uma coisa negativa, no mínimo, já que significa que ela amadureceu e conseguiu se tornar uma atriz bem estabelecida que encontrou seu lugar em Hollywood e está aceitando isso totalmente e sem reservas. Mas se você comparar a jovem personagem de Emma a qualquer coisa que Madeline faz agora, há mundos de diferença em como ela começou e como está agora. Você pode dizer 'claro que há', mas realmente e verdadeiramente a evolução de qualquer ator tende a ser algo incrível quando você se senta e olha para ela. Como qualquer pessoa neste mundo, não há como dizer para que lado eles irão, se eles serão um sucesso ou um flash no pan. Felizmente para Madeline, sua evolução tem sido algo de que ela pode se orgulhar.