Crítica do episódio 4 da primeira temporada de Legends of Tomorrow: “White Knights”

O episódio desta semana de Lendas do Amanhã leva nossos heróis e vilões para a União Soviética no início dos anos 80, enquanto eles continuam tentando impedir o Vandal Savage.

“White Knights” introduziu um novo problema para Hawkgirl que eu não imaginei que ambos fizessem sentido, enquanto ao mesmo tempo é algo que eu não tenho certeza se irei gostar no longo prazo. Não só temos os problemas de sede de sangue de Sara, mas agora Kendra tem esse 'falcão interior' furioso para lutar. Eu entendo se essa era uma forma de conectar essas duas mulheres, mas ao mesmo tempo, parece que seus problemas são quase parecidos. Eu nem me lembro de Hawkgirl alguma vez ter um problema como este nos quadrinhos, mas não me surpreenderia se os novos 52 / quadrinhos recentes tivessem introduzido esse elemento em sua personagem. Mas, ao mesmo tempo, posso apoiar essa trama porque talvez a maneira como eles possam superar seus problemas seja lidando com isso juntos. Além disso, gostei de suas sequências de treinamento, exceto pelo fato de que os distraiu e não estava disponível para dar suporte aos membros de sua equipe que tiveram problemas.

Também conhecemos dois novos vilões em 'Cavaleiros Brancos', com Valentina Vostok e o mentor de Rip, Zaman Druce, que receberam apresentações sólidas que trouxeram novos obstáculos para a equipe. A cena em que Ray estava tentando se aproximar de Valentina foi hilária porque você acha que Valentina teria ficado pelo menos um pouco impressionada com o cara. Mas eu acho que ela, como muitos de nós, tinha um pequeno fraquinho pelo bad boy residente com Cold ser capaz de distraí-la, o que faz todo o sentido - quem pode resistir a essa astúcia? Ela tinha muita confiança e tinha uma sensação misteriosa de que você não sabe o que esse vilão pode fazer, o que me deixa mais animado para a próxima semana. Zaman, no entanto, era quase óbvio demais, no minuto em que estavam sendo atacados novamente por Chronos, mas estou aberto para ver mais dele conforme avançamos.

Embora haja muitos destaques para todos os atores nesta semana, Victor Garber roubou o show, sem dúvida, já que Stein e Jax continuam tendo seus argumentos massivos que vão a um novo nível esta semana. Uma das minhas cenas favoritas foi quando eles estavam gritando um com o outro e vemos que Jax se tornou um filho de Stein, que está apenas dando a ele um amor duro. Também apreciei Stein por ter feito referência a Ronnie e como sua morte ainda o assombra, por isso ele não quer que nada aconteça com a nova metade do Firestorm. Garber tem sido fantástico desde seu primeiro episódio noO Flash, mas sua atuação aqui me fez amar esse personagem mais do que já amava. Embora eu não esperasse que este episódio funcionasse como uma dupla, será intrigante ver como Stein lidará com essa situação na próxima semana, já que ele, entre vários de seus aliados, agora são prisioneiros de Valentina.

Lendas do Amanhã vai ao ar nas noites de quinta-feira, 8 / 7c na The CW.

[Foto: Diyah Pera / The CW]

Crítica do episódio 4 da primeira temporada de Legends of Tomorrow:
3,5

Resumo

Rip e suas lendas viajam até o início dos anos 1980, enquanto continuam sua busca para impedir Vandal Savage no episódio desta semana de Legends of Tomorrow.