Crítica do episódio 14 da primeira temporada de Legends of Tomorrow: ”River of Time”

Crítica do episódio 14 da primeira temporada de Legends of Tomorrow: ”River of Time”

Lendas do Amanhã teve seus altos e baixos em sua primeira temporada e à medida que nos aproximamos do final da primeira temporada, o episódio desta semana foi enorme para o nosso grupo, com Vandal Savage manipulando os heróis, o que por sua vez o leva a obter a vantagem.

Embora muitas coisas ocorreram esta semana que deveriam ter acontecido, poderia ter sido tratado muito melhor porque alguns de nossos personagens não estavam agindo como eles próprios, o que às vezes é uma coisa frustrante. Mas antes de chegarmos a isso: vamos falar sobre a diversão que foi Vandal Savage. Não me lembro da última vez que vi um grande vilão tão confortável em ficar preso onde era realmente mais poderoso, simplesmente falando e mexendo com a cabeça de alguns de nossos personagens. Casper Crump brincando com Arthur Darvill foi um dos meus momentos favoritos do episódio porque você podia ver o quanto Rip queria socar aquele idiota repetidamente, mas ainda não o fez.

Fazia todo o sentido por que Vandal teve tanta facilidade em mexer com a cabeça de Ray e por que foi Ray que no final se tornou a chave para Vandal sair do caso. Mas ainda me irrita em todos os níveis que Ray, que se estabeleceu como um dos personagens mais inteligentes da série e sabe que Vandal é imortal e perigoso, ainda se comportou da maneira que fez. Não ajudou que o que alimentou sua raiva foi seu ciúme de Carter (que ainda estava com lavagem cerebral), o que nos deu um drama de triângulo desnecessário. Teria feito mais sentido se alguém como - não dizendo que esses são personagens menos inteligentes - Mick, Sara ou Rip tivesse ficado com tanta raiva que entrou no caso de Vandal para lutar contra ele. Mas ter que ser Ray, parece um insulto ao personagem e ao que foi estabelecido.

Algo que eu realmente amei em “River of Time” foram os vários flashbacks individuais que obtivemos da maioria dos personagens. Eu adorei finalmente poder ver a mãe de Jax, que Franz Drameh brincou conosco na WonderCon dois meses atrás, aprendendo um pouco mais sobre sua história familiar. Como alguém que ama Nyssa al Ghul, foi ótimo ter um flashback de Sara / Nyssa e um lembrete de quão grande era o amor deles. Embora eu não tenha ficado incomodado com o flashback de Stein com Carissa, por algum motivo, ele simplesmente não fez nada por mim. Embora possa ser devido ao fato de que Stein teve tantos grandes momentos nesta temporada que talvez tenha sido demais nesta semana. Também vemos Ray relembrando quando conheceu Felicity durante o tempo em que ela estava em uma cadeira de rodas, o que, embora doce, é um pouco estranho.

Obviamente, isso deve ter acontecido quando eles estavam inicialmente tentando se livrar de Mick voltando a 2016 e eu acho que Rip deve ter apenas dito 'Ei, vamos dar um tempo nessa nossa grande missão'. Se for esse o caso, Rip não levará a missão tão a sério quanto eu pensava, porque ele deu tanta importância a essa missão que é difícil para mim vê-lo fazer uma pausa no meio dela, então Ray poderia ir e deixar uma carta para Felicity. Mas ... coisas estranhas aconteceram, então vou divagar.

Tem que ser dito: Jax não recebeu o melhor material na primeira temporada e este episódio é um lembrete disso. Ele se machuca durante a fixação do Waverider, o que faz com que ele comece a envelhecer rapidamente, então Stein decide, por meio de suas teorias e compreensão da viagem no tempo, enviar Jax de volta a 2016, o que reverterá sua condição. Stein é inteligente, ele realmente é, mas enviar Jax em um navio separado e assumir que isso o levará para casa seguro sem nenhum problema, foi um grande risco que coloca Stein em uma luz semelhante à de Ray durante este episódio. Obviamente, Jax vai ficar bem, mas como Stein poderia ter tanta certeza?

Apesar disso, eles pegam Vandal e o entregam aos Time Masters, Rip fica surpreso que as pessoas que deixaram bem claro que não têm interesse em Vandal, o deixam ir e, em vez disso, prendem Rip e Mick. Eu não quero ser muito estraga-prazeres, mas sério, Rip, o que diabos você achou que iria acontecer? É realmente decepcionante quando você vê tantos grandes personagens sendo escritos fora do personagem e ver como 'River of Time' fez isso, foi doloroso. Embora isso torne seus desafios na próxima semana intrigantes, pois eles terão que encontrar uma maneira de sair dessa bagunça, parece que eles poderiam ter lidado com isso melhor.

No geral, enquanto “River of Time” teve alguns bons momentos com todos os flashbacks, Carter recuperando suas memórias e Crump apenas sendo divertido como Vandal, este é sem dúvida um dos episódios mais decepcionantes deLendas do Amanhã. Felizmente, temos mais doisLendas do Amanhãepisódios, então, esperançosamente, parte da bagunça que foi feita aqui será limpa o máximo possível.

Lendas do Amanhã vai ao ar nas noites de quinta-feira às 8 / 7c na The CW.

[Foto: Diyah Pera / The CW]

3

Resumo

Vandal Savage leva vantagem sobre nossas lendas da viagem no tempo, apesar de ser capturado, no episódio desta semana de Legends of Tomorrow.