Cinco coisas que você não sabia sobre os Bubble Guppies

Nick Jr. tem sido uma riqueza de programação de qualidade para mentes jovens que ainda são um pouco jovens para entrar em alguns dos programas principais da Nickelodeon como “Spongebob Squarepants” e outros. Com a tendência de ensinar coisas novas às crianças a cada episódio, todos os programas apresentados nesta rede têm um propósito de entretenimento e também se tornam uma ferramenta educacional forte para seu filho. Um grande exemplo disso é o show “Bubble Guppies” que segue uma classe de sereias e tritões pré-escolares que aprendem coisas novas e usam sua imaginação para levar as aulas ainda mais longe. Você pode se lembrar do programa, mas aqui estão algumas coisas que você provavelmente não sabia sobre o programa popular:

Eles foram feitos para representar o mundo

Embora seu professor possa ser um peixe gigante, as seis crianças apresentadas neste programa são projetadas especificamente para serem mais identificáveis por crianças de todo o mundo. Embora a Nickelodeon sempre tenha estado na vanguarda da igualdade racial e da quebra de fronteiras, especificamente por meio de programas de longa duração como “Dora The Explorer” e “Diego”, é bom ver um grupo tão diverso quando você está assistindo ao show.

Quebra intencional de estereótipos

Todos os episódios mostram as crianças fazendo algo que nunca ouviram falar ou que realmente fizeram antes. Sua imaginação os leva a muitas aventuras malucas. Quando se trata de papéis ou carreiras que geralmente podem ser mais de menino do que de menina, ou considerados mais femininos do que juvenis, o show é intencionalmente escrito para quebrar estereótipos que definem que as crianças têm que agir de uma certa maneira ou se encaixar em um molde específico.

Músicas cativantes são duplas

Você já se perguntou por que não consegue tirar uma música dos “Bubble Guppies” da sua cabeça depois de ouvi-la? Os escritores do programa diriam que há duas razões para isso. A primeira é que, bem, você tem que gostar da música para querer prestar atenção nela. Uma razão mais envolvente é que, para ajudar as crianças a reter as informações que estão aprendendo, é associada a uma música que elas vão querer cantar.

Trazendo o autismo à luz

A personagem do programa Nanny tem muito mais conhecimento sobre a maioria das coisas do que todas as outras crianças. Freqüentemente, ele não é tão forte fisicamente quanto os outros, nem tampouco atlético. Embora possa ser fácil entender isso como uma criança inteligente, é amplamente conhecido que esse personagem tem a intenção de representar autismo e outras deficiências que as crianças sofrem. Isso é traduzido por meio de sua apresentação monótona quando ele fala, e como ele não é tão excitável e emocionalmente carregado quanto os outros.

Educar e ser educado

Você sabe por que o show é definido do jeito que é? Embora uma aula de pré-escola possa ser o cenário ideal para ensinar coisas novas ao seu filho à medida que ele envelhece, como ele terá menos medo da mudança em sua rotina? Eles assistem os Bubble Guppies fazerem isso há anos.