Cinco coisas que a 'equipe SEAL' se engana sobre os selos da Marinha

SEAL Team é uma nova série dramática da CBS. Ele acompanha as vidas da elite militar enquanto eles assumem missões secretas arriscadas no exterior, bem como suas vidas familiares. O programa enfoca principalmente a vida profissional e pessoal dos SEALs da Marinha enquanto eles treinam, planejam e lidam com operações perigosas em todo o mundo. David Boreanaz é a estrela do show enquanto tenta contar a história de uma das unidades militares mais cobiçadas. Mesmo que o programa se esforce para ser o mais autêntico possível, há algumas coisas que ele dá errado sobre os Navy Seals, como:

Focas da Marinha seguem as instruções às cegas

Embora seja verdade que os membros da Equipe SEAL estão sempre recebendo instruções de seus líderes, eles nunca recebem ordens e os seguem como robôs. Os especialistas revelam que, embora as focas sejam guerreiras de elite e passem por um treinamento intensivo, elas ainda têm emoções como os outros seres humanos. Porque nas missões eles também colocam suas vidas, assim como a de seus amigos online, eles nem sempre seguem ordens silenciosamente, especialmente aquelas com as quais eles não concordam.

Os selos não sabem naturalmente quando identificar o inimigo

Enquanto assistem ao programa, os telespectadores podem notar que as versões de super-heróis das focas são sempre rápidas para descobrir maneiras de identificar o inimigo e o momento apropriado para eliminá-los.

Profissionais que trabalham com focas no campo de batalha dizem que geralmente é uma experiência caótica. Eles afirmam que é preciso muita disciplina para os membros da equipe até mesmo saberem a origem dos ataques provavelmente de terroristas inteligentes e outros criminosos e como reagir. Para ter sucesso, os comandantes de focas sempre criam uma cultura em que lidam com cada um dos selos individualmente para assumir a propriedade de sua missão, de modo que possam primeiro tomar decisões quando estiverem perdidos.

Focas têm Livre Arbítrio

Trabalhar com SEALs é semelhante a trabalhar com um exército humano. Eles vêm com atitudes, são muito inteligentes e também praticam o livre arbítrio. Geralmente questionam seus comandantes quando sentem que seus planos não estão de acordo com o que desejam fazer. É seguro dizer que desejam que seus comandantes os comandem, em vez de comandá-los sempre o tempo todo. Seus líderes devem explicar a eles por que desejam realizar as operações de uma determinada maneira.

O treinamento SEAL da Marinha é mais resistente do que parece

Juntar-se à equipe SEAL não é uma tarefa fácil. Existem inúmeros requisitos que devem ser cumpridos para fazer parte da equipe. Não é brincadeira de criança porque eles têm que treinar para suportar até mesmo as condições mais desafiadoras em todo o mundo para lutar contra o inimigo. Não é qualquer pessoa que pode se juntar à equipe, porque os aspirantes sempre passam por uma avaliação para garantir que estão trabalhando para a equipe certa e que todos têm objetivos semelhantes que estão trabalhando para alcançar.

Navy SEALTraining não é sobre aptidão física

Qualquer pessoa que tenha passado pelo treinamento SEAL sabe que não é apenas para deixar uma pessoa em forma. Os profissionais devem se esforçar para alcançar a aptidão ideal. O programa de treinamento acontece em várias fases, e apenas os melhores conseguem fazer parte da equipe SEAL. O treinamento se esforça para levar os trainees além de seus limites para garantir que sejam dignos de lutar na melhor força de combate do mundo. Os membros da equipe devem estar sempre preparados, tomar decisões maduras, manter o foco e entender para que estão se oferecendo.